Dedetização e Controle de Pragas

Central de Atendimento: 0800 704 1528      |

Redes Sociais:
  

Central de Atendimento:

6 razões que mostram que o controle de pombos é questão de saúde pública

Conheça mais sobre as doenças que a ausência de controle de pombos causa

Os pombos são as aves que mais se aproximam dos seres humanos nos centros urbanos. Por isso, ficam perto o bastante para transmitirem doenças. Os animais invadem restaurantes ao ar livre, podem entrar em cozinhas e comem os restos de comida deixados no chão. Esses animais carregam agentes patogênicos que causam complicações para a saúde humana. Esse é um dos principais motivos da importância do controle de pombos.

As zoonoses, ou doenças infecciosas de animais passadas para seres humanos, são notificadas de maneira incorreta e pouco aparecem nas estatísticas da OMS (Organização Mundial da Saúde). São conhecidas em torno de 57 doenças associadas aos pombos.

As pessoas mais afetadas são aquelas que possuem sistema imunológico frágil. É essencial contratar o serviço de controle de pombos com uma empresa especializada para a afastar a população desses animais.

6 principais doenças causadas pela
falta de controle de pombos

controle de pombos

1) Criptococose

A doença infecciosa é causada pelo fungo Cryptococcus neoformans e provoca mudanças no sistema respiratório e nervoso central. A maior frequência da doença é em animais como cães e gatos, mas o ser humano também pode ser afetado. A transmissão pode ser feita através do contato e inalação da poeira contaminada pelas fezes dos pombos.

3) Salmonella

São conhecidas 3 espécies de bactéria: Salmonella subterranea, Salmonella bongori e Salmonella enterica. Elas podem ser transmitidas pelo contato direto e através das fezes das aves ou secreções. Os sintomas da doença são diarreia, cólicas, febre que podem evoluir para septicemia e meningite.

5) Histoplasmose

A doença é causada pelo fungo Histoplasma capsulatum e trata-se de uma micose profunda que afeta órgãos internos como os pulmões. Ela é adquirida através da inalação de microrganismos na poeira originados dos excrementos e penas dos pombos.

2) Clamídia

A patologia é originada da bactéria Chlamydophila psittaci presente nas penas e excrementos das aves contaminadas. O período de incubação da doença é de 5 a 15 dias. Os sintomas são parecidos com a de uma gripe com problemas respiratórios, febre, fadiga e dores de cabeça. O tratamento é através de antibióticos e a recuperação é rápida.

4) Dermatites e alergias

Essas reações nos indivíduos são causadas pela presença de ácaros na pele das aves ou em seus ninhos. A poeira pode levar os agentes passivamente pelo ar.

6) Psitacose

É uma pneumonia rara conhecida popularmente como febre do papagaio. Causada pela bactéria Chlamydia psittaci ela é transmitida pelo contato com secreções e inalação de poeira contaminada das aves. A bactéria pode sobreviver 1 mês causando infecções. Os sintomas são: febre alta, dor de cabeça, nas articulações e musculares e sensação de mal-estar.

Realize o controle de pombos para evitar transtornos

As unidades da Uniprag espalhadas pelo Brasil fazem vistoria completa para realizar o serviço de manejo de pombos de acordo com cada segmento atendido. Alguns deles são: hoteleiro, alimentício, hospitalar, condominial, entre outros.

Solicite um orçamento com a Uniprag, empresa que possui corpo técnico qualificado, experiência e estrutura de atendimento para o controle de pombos em diversas regiões de norte ao sul do Brasil. Solicite já o seu orçamento conosco e tire suas dúvidas.

LIGUE PARA A UNIPRAG MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo: