Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica: Conheça o Método Mais Eficiente

Conheça o Manejo Integrado para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica

O segmento industrial foi o maior precursor do serviço que vamos apresentar hoje. Ele é um dos métodos mais eficientes para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica. Como são áreas sensíveis, necessitam de intervenções de controle mais rígidas para evitar problemas com regulamentações, auditorias e inspeções.

O nome desse serviço de Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica, que torna o monitoramento mais eficiente, é o Manejo Integrado de Pragas. A indústria de medicamentos é um setor que utiliza o serviço de forma frequente. O departamento de qualidade trabalha integrado com a controladora de pragas.

A ideia central do Manejo Integrado de Pragas é interferir minimamente com ações químicas e perceber riscos e ameaças provocados pela vulnerabilidade do ambiente. Essa é a solução mais completa para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica. Evite contratar serviços de dedetização pontuais, pois eles não serão eficientes.

Leia também: Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica: Principais Insetos e Animais Encontrados

Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica: Conheça o Método Mais Eficiente - Uniprag

Saiba como funciona o Manejo Integrado de Pragas

Conheça abaixo como é o processo de implementação do Manejo Integrado de Pragas para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica. São etapas importantes que devem ser realizadas de forma constante e integram ações preventivas, corretivas e educacionais.

ETAPA 1

Antes de iniciar o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica, é necessário realizar um diagnóstico do ambiente para verificar quais são as pragas que podem invadir o espaço, quais são os fatores de vulnerabilidade, se há uma infestação, entre outras informações. Técnicos especializados são enviados ao local onde será feito o programa de Manejo Integrado de Pragas.

ETAPA 2

Já a segunda etapa é caracterizada pelo planejamento das ações após o recebimento do diagnóstico da etapa 1. Essa é a hora da determinação das ações preventivas, se há necessidade de tratamento químico e a criação de rotinas educacionais para os colaboradores da empresa.

ETAPA 3

A terceira etapa é relacionada a ação de fato. Agora é a hora de realizar intervenções,ações preventivas e educativas no espaço. Essas ações são executadas sem interferir na rotina do ambiente industrial. Agentes uniformizados e munidos de EPIs vão agir de acordo com o planejamento da etapa 2.

ETAPA 4

Por fim, o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica por meio do Manejo Integrado de Pragas é monitorado continuamente. A etapa 3 pode se repetir se houver necessidade de ajustes no ambiente industrial.

Contrate já o serviço de Manejo Integrado de Pragas para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica

As etapas que mostramos acima são contínuas no Manejo Integrado de Pragas e oferecem total proteção para o Controle de Pragas na Indústria Farmacêutica. Se você gostou ou deseja saber mais sobre esse método eficiente para ajudar a evitar prejuízos no seu negócio, entre em contato com uma de nossas unidades UNIPRAG pelo Brasil.

Pin It on Pinterest

Share This