Central de Atendimento: 0800 704 1528      |

Redes Sociais:
  

Central de Atendimento:

Prevenção de pragas urbanas deve ser uma constante no calendário de restaurantes

No planejamento de estabelecimentos do ramo alimentício não pode faltar o controle de pragas urbanas. É imprescindível que restaurantes, bares, lanchonetes, cafés, açougues e padarias sejam livres de pragas e vetores, que encontram nas áreas alimentícias lugares propícios à sua proliferação.

Mas o controle de pragas urbanas no setor, não pode ser visto apenas como uma obrigação prevista no regulamento técnico da Anvisa. Para seguir a normativa sobre boas práticas da área de alimentação, o controle de pragas precisa ser considerado como investimento no calendário de planejamento do estabelecimento. Além disso, é importante ressaltar que é necessário que o local contrate uma empresa especializada e que possua licença para executar esse tipo de serviço.

Mas, afinal, qual é a periodicidade das ações de combate às pragas urbanas?

A fim de obter melhor aproveitamento no processo de controle de pragas e contemplar ainda as exigências da vigilância sanitária, é importante que proprietários e/ou gestores prevejam o serviço de contrato, com monitoramento quinzenal ou mensal. Tal periodicidade se dá pela afinidade dos animais de se estabelecerem em locais cobertos e que forneçam comida o ano todo.

Para manter o controle efetivo por mais tempo, é recomendado que restaurantes tomem alguns cuidados como, por exemplo, ter rigor em relação ao armazenamento dos alimentos. As áreas de armazenamento devem ser mantidas limpas e livres de umidade. Áreas quentes e escuras atraem todos os tipos de pragas, por isso todo o estoque deve ser examinado em busca de excrementos de pragas ou até mesmo pragas vivas, produto danificados ou rasgados e outros sinais de infestação.

Além disso, seja prudente com a separação e retirada do seu lixo. Esse tipo de estabelecimento tende a produzir grandes quantidades de resíduos, o que é apenas mais um motivo para as pragas ficarem por ali. Não permaneça com o lixo da cozinha por mais que meio período. Esvazie-as com frequência. No depósito de lixo, mantenha sacos e lixeiras muito bem vedados. Coloque o lixo no passeio apenas poucas horas antes da coleta, pois pragas podem se sentir atraídas pelo cheiro e pela grande oferta de comida.

Principais pragas a serem combatidas

A dedetização de restaurantes, de forma geral, serve para combater a maioria das pragas urbanas. No entanto, em função dos hábitos alimentares das pragas como ratos, baratas, moscas e formigas, estes merecem uma atenção especial no combate.

Baratas são consideradas pragas urbanas com um nível excelente de adaptação aos ambientes. Apesar de ter seu habitat em redes de esgoto, podem se proliferar rapidamente em restaurantes sem prevenção uma vez que se alimentam, entre outras coisas de gorduras, açúcares, carnes e queijos.

Existem vários tipos de ratos, os mais conhecidos são a ratazana, rato de telhado (ou rato preto) e o camundongo. Esse animal não deve ser combatido de seu estabelecimento alimentício apenas pela capacidade de danificar estruturas e produtos em estoques, mas também pela alta gama de doenças transmitidas pelos roedores, entre elas a leptospirose, hantavírus, tifo e peste bubônica.

    CATEGORIAS:
Dicas Legislação Notícias

LIGUE PARA A UNIPRAG MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo: