Central de Atendimento: 0800 704 1528      |

Redes Sociais:
  

Central de Atendimento:

Indústrias: a importância de cuidar da área de alimentação

Muitas indústrias optam por manter cozinha e refeitório para uso dos funcionários. Se por um lado esta pode ser uma boa medida, tornando mais prática a rotina dos colaboradores, por outro, amplia a necessidade de cuidados a serem tomados em relação a pragas urbanas. Afinal, áreas relacionadas à alimentação (além das já mencionadas cozinha e refeitório, despensas ou locais de armazenamento dos gêneros) costumam oferecer as condições ideais para que insetos e roedores se proliferem. E é bom lembrar que, além da alta capacidade de reprodução, estes invasores oferecem ainda um grande risco de contaminar os alimentos.

Além disso, é indispensável estar de acordo com as normas da Anvisa: a vigilância sanitária costuma fazer visitas sem aviso prévio para inspecionar as instalações industriais. O objetivo é evitar a contaminação dos ambientes por micróbios, substâncias tóxicas ou parasitas trazidos pelas pragas urbanas, mantendo a saúde das pessoas.

A seguir, elencamos algumas dicas a serem seguidas para evitar a presença de pragas urbanas nos refeitórios e cozinhas das indústrias:

1. Cuidado com o armazenamento de produtos 
É necessário ter atenção para a localização da despensa ou local em que são armazenados os gêneros alimentícios. Deve ser um local específico para este fim, arejado, no qual se guardam os produtos secos (farinhas, café, açúcar, sal, temperos etc.), todos guardados em recipientes bem vedados. Janelas, portas e demais aberturas devem ter um sistema que evite a entrada de pragas ou vetores. Produtos que exijam refrigeração devem estar igualmente bem acondicionados, com datas de validade à mostra.

2. Atenção à água 
Os reservatórios de água devem ser tampados e não apresentar vazamentos nem infiltrações, além de serem posicionados bem distantes de materiais que possam apresentar algum risco de contaminação. Bebedouros devem ser limpos e também localizados longe de qualquer fonte de contaminação.

3. Descarte adequado do lixo 
É muito importante preocupar-se com o descarte adequado dos produtos perecíveis (lixo orgânico) e dos resíduos secos (como embalagens e plásticos, por exemplo) oriundos do preparo das refeições. Igualmente deve-se evitar o acúmulo de lixo, mesmo seco, já que pode atrair insetos e/ou roedores.

4. Limpeza de coifas e dutos 
Fique atento à limpeza de coifas e dutos da cozinha industrial. Normalmente, este é um trabalho feito por equipes especializadas, treinadas para trabalhar em locais altos e espaços confinados. Estes equipamentos devem ter funcionamento perfeito – além de manter a higiene da cozinha, a sua limpeza evita que se acumule gordura, diminuindo o risco de incêndios, por exemplo.

5. Controle e prevenção de pragas 
De acordo com os padrões da Anvisa, indústrias devem passar por desratização e desinsetização a cada seis meses. Portanto, invista neste trabalho, tão fundamental para a manutenção das boas condições de funcionamento da sua indústria e de trabalho para os seus colaboradores. Para isso, conte com os serviços especializados de empresas com pessoal capacitado para fazer isso com qualidade, experiência e eficácia garantidas.

Empresas credenciadas, como a Uniprag, têm as melhores condições para efetuar vistorias técnicas e proceder com os métodos de prevenção e de controle das pragas urbanas. Conte conosco!

Leia também:

Aproveite as férias coletivas para investir no controle de pragas

As principais pragas do ramo industrial e como combatê-las

6 dicas para manter sua indústria em dia com a Anvisa

    CATEGORIAS:
Dicas Legislação Notícias

LIGUE PARA A UNIPRAG MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo: